Monday, October 12, 2020

Emily e os franceses




A série Emily em Paris faz sucesso no mundo todo. Mas os parisienses ficaram furiosos, acharam que os franceses foram interpretados como estereótipos, ameaçam boicotar a Netflix. 

Pessoalmente, ri muito com as dificuldades da Emily (atriz Lily Collins, filha do Phill Collins), sem falar francês,  tendo uma chefe mal humorada em uma empresa de marketing de luxo. Não tive o mesmo tipo de problema, mas também demorei a entender o jeito parisiense de se relacionar. Durante muito tempo, indo assistir aos desfiles duas vezes por ano, ficava chateada com os gritos e respostas agressivas. Até que comecei a notar que era assim entre eles, sempre. Chegavam a se estapear, principalmenteos casais. Daquele dia em diante, nunca mais me incomodou o jeito parisiense de conviver. Até me divirto com as inesperadas reações

Agora, se disser bonjour quando entrar nas lojas, merci, se fizerem um favor ou ajudarem em algo, pardon, como desculpe, ou para pedir licença,  já será um adianto na convivência. Pode até substituir o au revoir por um bybye. A aceitação do inglês melhorou muito depois da Copa de 1998. Diga-se de passagem, a língua inglesa, porque em relação aos ingleses, continua a mesma implicância mútua. 

Afinal, chega -se à conclusão que eles são uns amores. E a Emily acaba se dando muito bem.




No comments: