Sunday, January 19, 2020

Virgil Abloh, o cara da vez


Virgil Abloh, atual designer da Louis Vuitton
Este é o cara que está animando o circuito da moda atual. Americano, de Rockford / Illinois, filho de pais ganeses, nascido em setembro de 1980.
 Já trabalhou com Kanye West, foi DJ, não tem formação de moda, e sim licenciaturas em Arquitetura e Engenharia Civil. Começou chamando a atenção com a marca própria, a Off White.
No início, apostava na moda de rua, dos skaters, dos garotos que queriam usar moda. Agora, nesta coleção de inverno 2020/21 lança o desafio de convencer a garotada a aderir à alfaiataria. Considera o símbolo de convenções a serem renovadas.
Para reforçar o conceito da roupa de alfaiate, o cenário do desfile incluía céu azul com nuvens, lembrando obras de Magritte, e os modelos andavam entre grandes instrumentos de ateliê, como tesouras e agulhas.

Como diretor artístico da Louis Vuitton desde março de 2018, Virgil Abloh entrou para a lista das 100 personalidades mais influentes do mundo pela revista Time. É casado, tem dois filhos, mora (quando não está na Europa, trabalhando) em Chicago.

Lembrei da primeira vez que tive contato com a marca Louis Vuitton, por ocasião de um aniversário, se não me engano de 150 anos da grife. Além dos festejos, jantares, visita aos ateliês em Asnières, o grupo de imprensa convidado visitou a primeira butique, em uma das ruas que saem do Arco do Triunfo. Um ambiente bem anos 1950, e o maior orgulho da equipe era mostrar as gavetas com fichas de clientes famosos. Um deles era Jerry Lewis. 

Virgil Abloh confirma o poder e a influência de gente como Kanye West, o rapper polêmico e criativo. O que circula em Paris é que Virgil virou um fenômeno que a Louis Vuitton não controla. E faz muito bem em nem tentar. 

E mais / assim acrescento mais este nome à minha lista de ícones da moda internacional. John Galliano, Maria Grazia Chiuri, Jil Sander, Marc Jacobs, Rick Owens, Tom Ford, Hedi Slimane. Sem esquecer de Yves Saint-Laurent e Karl Lagerfeld. 



No comments: