Sunday, January 05, 2020

Lucidez em Ipanema

Sempre que falo na Lucidez, lembro dos encontros nos seus espaços em salões internacionais. Em Madri e Paris, onde frequento mais. Pena que ainda não fui a Las Vegas, para ver o ENK, nem coincidiu com a Coterie em New York. A Marcia Azzi começou fornecendo para gente grande como a Osklen, a Maria Bonita Extra, Lenny, com escritório na Tijuca. Até que em 1986 decidiu abrir a própria marca, e saiu pelo mundo mostrando seu talento, a qualidade dos materiais e o cuidado nos acabamentos.

O vermelho, forte neste alto-verão, está estreando na colecão da Lucidez em Ipanema

O estilo feminino, com estampas marcantes e um certo foco nas festas, abre uma nova fase. Uma Lucidez novinha, em um dos points que recomeça a esquentar, a Anibal de Mendonça, em Ipanema. Sim, a Ipanema de sempre, ainda com um encanto sem comparação com bairros como Leblon e Gávea ou o agito eterno de Copacabana e Tijuca. Aliás, aconselho a leitura do livro do Rui Castro sobre Ipanema, uma preciosidade.
A loja de 50m² deve ser a flagship da marca, com projeto assinado pelo escritório Manga Rosa Arquitetura. “Essa nova fase representa uma ressignificação da nossa história”, explica Marcia, diretora criativa e sócia da Lucidez.
Participando também de salões nacionais e através de 10 representantes pelo país, a Lucidez está presente em 350 multimarcas no Brasil, incluindo a Dona Santa, em Recife.
E agora, vamos ver a coleção do alto verão em plena Anibal de Mendonça, junto da Bianca Gibbon, da Monthal, da Cris Roberto, até das gracinhas da Bonita, marca infantil que resiste lindamente ao tempo. "É tempo de renovação na Lucidez e queremos respirar novos ares. Abrir uma loja na Aníbal de Mendonça marca esse novo ciclo”, diz Marcia Azzi.


.


No comments: