Tuesday, January 23, 2007









Vai começar a edição de inverno da São Paulo Fashion Week!

Mas antes, comento sobre o desfile masculino de Giorgio Armani, em Milão. Além do clássico estilo do italiano que resgatou a moda do seu país de um limbo onde dormia desde o sucesso de Emilio Pucci, o que se viu foi a silhueta perfeita em tecidos tecnológicos e a proposta do luxo, agora em versão masculina.
Na platéia, artistas como Clive Owen, intelectuais como a escritora Katie Saunders, mais a sobrinha do estilista, Roberta Armani – ela é altona! -, que desfilou ao lado de um toureiro, o Cayetano Rivera.

Comentário: touradas são shows que faço questão de perder. O mais estranho, é o fascínio que os toureiros exercem, e me incluo neste time de admiradoras. Muito esquisito, porque sem tourada não existiria toureiro.
Interessante notar como a Espanha continua também a exercer este fascínio. A dança flamenga, os toureiros e as infantas estão sempre citados entre as influências de estilistas do mundo inteiro. Uma razão, a identidade fortíssima da Espanha.
Giorgio Armani, inteligentíssimo homem de moda e marketing, marcou pontos contratando o Cayetano para a passarela. Olé!